quinta-feira, 30 de outubro de 2008

...mais crueldades




Cavalo é vítima de agressão


Animal foi chicoteado na Ilha dos Marinheiros porque se recusou a andar
Ocupado em registrar as conseqüências da cheia do Rio Jacuí sobre moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, o fotógrafo Wesley Santos acabou flagrando um crime. Dois carroceiros espancaram um cavalo até que ele caísse, inerte. Um terceiro, o condutor, tentava fazer com que o animal se movesse, à força. A cena aconteceu por volta das 15h30min de ontem na Vilinha, uma das três existentes na ilha, em Porto Alegre, no lado da pista da BR-290, que vai da Capital ao Interior. Quem assistiu à cena pensou que o cavalo tivesse morrido depois da agressão, mas moradores afirmam que, logo em seguida, ele se levantou e voltou a conduzir a charrete à qual estava atrelado. Ele comeu demais e não queria trabalhar conta um homem que presenciou a agressão.

Fonte: Zero Hora - 30/10/08

É pessoal, e ainda tem gente contra a lei de redução gradual das carroças...

Se ainda existe "gente" que faz isso com um animal que lhe está "prestando serviço", já não sei em que mais acreditar então...

Mas isso, além de muita indignação, me deu mais força para voltar à ativa e pedir pelos nossos animais.

3 comentários:

Feu disse...

A sorte dos bichos é que existem pessoas como você, que não só se preocupam mas tomam atitudes por eles. Esta luta também é a luta da minha vida, amor. Conta comigo sempre.
Bjs!

Amanda disse...

É por isso (também) que sou apaixonada por ti meu amor!
Me fizeste lembrar da primeira vez que falei com a Paula...até vou escrever um texto sobre isso depois!
bjos!!!!

Feu disse...

agora fiquei curioso... vou esperar este post, hehe.
Bjs!